29.7.08

Como num dia normal

"Um dia todos lembrarão o meu nome"
disse ele sentado a mesa sozinho ao brincar com um estilete,
se bem que era aquele tipo de estilete de 1,99 que mal tem corte,
fora tudo desperdiçado entre um trabalho escolar e outro.
"Quando eu sumir, as pessoas sentirão minha falta"
pensou ao imaginar se aconteceria exatamente como vira nos filmes,
caso resolvesse jogar um secador de cabelo na banheira,
mas pensando bem, poderia provocar um incêndio e não queria causar a desgraça a seus pais.
Levantou-se,
fez um sinal meio desajeitado que vagamente lembrou algo que aqueles pastores da TV faziam junto ao peito,
"Eu serei lembrado e admirado pelos meus atos"
checou na bolsa as duas semi-automáticas que o tio usava para caçar,
totalmente carregadas,
e entrou na escola para o que parecia ser mais um dia normal de aula...

23.7.08

é o lugar que achei entre o céu e o inferno

Em uma montanha russa de possibilidades,
variando entre o bom e o mal, a novidade e a estagnação,
(em nenhum momento eu quis usar antônimos, só pra constar)
chega 2h14 e eu opto pelo estado neutro,
entre as sensações,
entre o céu e o inferno...
Ninguém pode me culpar por escolher esse caminho,
mas dane-se,
isso tudo muda amanhã, certo?
Sempre muda,
e muitas vezes muda tanto que volta pro que já era.
O céu ou o inferno?
Quem sabe um pouco de cada?

20.7.08

Maybe I'm amazed

Que Sir Paul McCartney fale por mim dessa vez...

Talvez eu esteja assustado com a maneira que você me ama o tempo todo
Talvez eu esteja com medo com a maneira que eu te amo
Tavez eu esteja assustado com a maneira que você me tira do tempo
E me pendurou em uma linha
Talvez eu esteja assustado com a maneira que eu realmentepreciso de você

Talvez eu seja um homem e talvez eu seja um homem solitário
Quem está no meio de alguma coisa
Que ele realmente não entende
Talvez eu seja um homem e talvez você seja a unica mulher
Quem poderia sempre me ajudar
Querida, você não me faria entender

Talvez eu esteja assustado com a maneira que você está comigo o tempo todo
Talvez eu esteja com medo pela maneira que eu deixei você
Talvez eu esteja assustado com a maneira que você me ajuda acantar minha cançã
oMe endireitando quando estou errado
Talvez eu esteja assustado com a maneira que eu realmente preciso de você

12.7.08

mais uma da sombra de outono

Olhe através de mim porque eu sou transparente...

Craig Nicholls

Hoje foi um dia de relembrar dos tempos passados,
de quando eramos "falidos",
de quando perdiamos chances de relacionamentos por não tentar,
tinhamos medo do chamado "fora".

Agora volta para o presente,
saimos e fomos a um bar com discotecagem rock cheio de gente,
várias mulheres lindissimas,
e a falta de tentativa ainda existe,
o medo da rejeição ainda nos persegue,
e nos moldes do que a gente falava, ainda somos "falidos",
triste, não?
Não!

10.7.08

TBO volume 2

Dois volumes, o melhor / pior que eu consegui me lembrar do depressivo (ou nem tanto). Depois voltamos a programação normal disso aqui, o xororô tradicional e sem grátis disso aqui.

01- Smith - Baby it's you
02- Eagles - Sad Cafe
03- Gavin DeGraw - Believe
04- Coldplay - Lost (demo)
05- Dave Matthews - Gravedigger
06- Elbow - Fugitive Motel
07- Golem - Creer
08- Ryan Adams - Lovesick Blues
09- Gomez - We haven't turned around
10- Jimmy Eat World - Just Tonight
11- Seafood - Similar Assassins
12- Raspberries - Don't want to say Goodbye
13- The Cooper Temple Clause - Zoology

Não corta pulsos, mas sensibiliza. Divirtam-se que eu já cansei de brincar de ALTA FIDELIDADE. Qualquer dia, eu faço o mesmo de músicas brasileiras.

8.7.08

TBO - O melhor de - volume um

Em outros tempos, em minhas peregrinações pela internet eu comecei a conversar com um ser chamado de Camila (ou apenas C.), que eu carinhosamente chamava de Francesinha, pois bem, anos se passaram e falando com ela hoje, ela me pediu uma lista de músicas. Como o início de tudo foi por aqui, nada mais justo que a lista seja feita por aqui:

1- Pulp - Bad Cover Version
2- Keane - As might as well be strangers
3- Oasis - Idlers Dream
4- Chris Cornell - Billie Jean (acústico na Suécia)
5- Cat Power - Ramblin´Woman
6- Badfinger - Take it All
7- Interpol - Rest my Chemistry
8- The Vines - Autumm Shade III
9- The National - The Cardinal Song
10- Starsailor - Love is Here
11- Ash - There's a Star
12- Wilco - Either Way
13- Idlewild - The Remote Part / Scottish Fiction

Bah, é tarde e por enquanto vai bastar... Lembrando que a idéia é ser depressivo mesmo... Se algum dos fantasmas quiser se submeter a isso, a vontade.

7.7.08

começando O GRANDE TÉDIO

Aos caros fantasmas que aqui habitam,
já devem ter percebido que de tempos em tempos um assunto volta a ser discutido por mim,
e quase sempre é a mesma coisa,
a mesma bosta no popular,
a falta do que fazer,
o ostracismo,
o que agora passa a ser definido por mim como O GRANDE TÉDIO
(créditos feitos a Thomas Mann e o seu A MONTANHA MÁGICA, um dos melhores livros que li),
período de inércia profunda,
viver estagnado,
sem grandes marés na minha vida,
apenas um grande lago...

E é exatamente nessa atmosfera que surgem os meus projetos,
definições de metas afim de chegar à algum lugar,
ou rodar e rodar até continuar no mesmo caminho.

Tenciono a escrever um livro,
compor umas canções,
sair mais,
malhar mais,
trabalhar mais (em prol do bom trabalho)
e, claro, viver mais.

Mas isso é dito sempre,
sem exceções feitas,
que possamos viver e gozar do que nos é dado,
e que nossos planos frustrados
(que em tempos atrás fez com que a minha filosofia de vida fosse: " Faça planos para poder frustrá-los" )
possam encontrar o escape e dar certo,
só pra variar um pouquinho