28.12.11

Mantra da Maturidade

É preciso crescer para aprender a viver,
você não será uma criança para sempre,
as responsabilidades se somam
e o mundo inflaciona,
e você percebe que não dá mais para correr.

Não ve que chegou a hora de superar velhos dramas,
você não é o centro das atenções de ninguém,
perceba que ao fazer birra você faz a sua cama,
deite e chore no travesseiro se ninguém quiser o teu bem.

Supere seus velhos entraves,
desfaça-se de velhos embates por coisas pequenas,
isso não faz de você um covarde,
nem tira hombridade ou digno de pena.

É preciso crescer para começar a viver,
você não será uma criança para sempre,
o mundo ainda corre,
você envelhece,
e enquanto o mundo corre,
todos se esquecem,
de você, que se cansou de correr.

23.12.11

Todo mundo vira um escritor nesses momentos...

Em vias de fim de ano e fim do mundo,
desejo prestar meus sinceros agradecimentos a quem realmente foi importante nesse 2011.

Esse ano representou a ruptura,
o ano para se pesar o que importava e o que apenas era número,
eu fui egoista, eu entendo,
mas foi para um bem melhor,
a minha sanidade!


Pus finalmente em prática o conselho de um professor da faculdade e apliquei a teoria do MENOS É MAIS,
tive menos pessoas na minha vida porém com qualidade de vida superior.
Foram menos pessoas que eu me apaixonei: apenas uma
Foram poucas pessoas com quem me relacionei mais a sério: apenas duas.
Foram um bocado de pessoas conhecidas, mas algumas valeram mais a pena que outras, e isso eu AGRADEÇO absurdamente.

E no fim, talvez tenha crescido,
amadurecido ou algo que o valha,
talvez com o tempo eu deixe de me importar com frivolidades e seja um ser humano evoluído.

Só tenho uma certeza nesse momento,
o TALVEZ ainda fará parte da minha vida!

E feliz natal!