29.10.08

devaneios de um ônibus

Olhares cruzando-se dão o tom daquela velha sensação que há muito não acontecia.
Uma conversa puxada como quem não quer nada, que na verdade diz muito mais sobre ambos do que a cena aparenta.
Risos sinceros me interessam muito mais do que mentiras sinceras,
uma certa espontaneidade faz com que o mínimo de tudo pareça perfeito.
E uma despedida com gosto de 'quero mais' só anima a repetir ainda mais momentos como esse,
mas no fundo no fundo uma vozinha faz questão de repetir... " não se apaixone".

27.10.08

a sensação de quem vai cair

ah sim... sobra pouco pra algo de verdade.
Já vai amanhecer e o sol é tão cruel,
a vigília da noite na frente de um computador enquanto a brisa artificial dá a tudo um tom de usina...
Colocar figuras em quadrados e quadrados em quadrados,
jogar um pouco de brilho aqui e deixar a vida meio opaca,
esse é o preço que se paga por gostar de viver?

21.10.08

_

Não é estranho que todos estejam olhando para as coisas que todos fazem?

15.10.08

_

Tenham cuidado!

Cante pela absolvição

Sem mais nem menos, ele saiu correndo,
não olhou para trás para ver se tinha ferido quem atropelava...
Nem sequer se deu ao trabalho de cumprimentar o amigo do trabalho,
só baixou a cabeça para não ver nada do que se passava.
Atravessou ruas sem ver os carros,
correu pela salvação: "livrai-me do fardo",
cantou baixinho pela absolvição de seus pecados.

5.10.08

Quando cada nova batalha é uma nova perda...

3.10.08

Psicodelismo numa noite de sábado

Não é que eu dispense o irreal,
é que dessa dose toda parece que eu já tive demais,
de modo que agora tudo que me resta é um gosto novo pelas coisas da vida,
toda essa realidade tem se mostrado mais colorida,
cheiros e gostos: tudo mais apurado.

Não é que eu cuspa no que é irreal,
é que eu tenho fugido um bocado disso tudo,
preferido as experiências e pessoas a minha volta,
me frustrado e quase me cortado, mas percebendo que é satisfatório afinal...

Bem mais do que uma madrugada varada em claro se transforma depois de umas doses a mais...
Um torpor a mais...
Uma ilusão a mais.