15.10.08

Cante pela absolvição

Sem mais nem menos, ele saiu correndo,
não olhou para trás para ver se tinha ferido quem atropelava...
Nem sequer se deu ao trabalho de cumprimentar o amigo do trabalho,
só baixou a cabeça para não ver nada do que se passava.
Atravessou ruas sem ver os carros,
correu pela salvação: "livrai-me do fardo",
cantou baixinho pela absolvição de seus pecados.

Nenhum comentário: