26.7.11

Marcando X em calendários

Veio o tempo e me levou tudo que eu tinha,
com força tamanha pra me devastar...
A tona com rugas a salientar,
o mal que a experiência tenta minimizar.
Fere tanto quanto um soco na boca do estomago,
que insiste em me faltar o ar,
me joga cego a procurar,
recobrar os sentidos,
e fazer inimigos nos ponteiros de um relógio.

Lógico que eu tentei contornar,
complexos, ioga, exercícios e logo,
me cansei de tentar.
E é claro que eu tentei declinar,
me entreguei aos fatos, sonoro desacato
não poder me controlar.

Veio o tempo e me deixou pra lá,
estado critíco pra alterar
a alteração que me afetou tão fundo,
eu desisti de entender o mundo.

Nenhum comentário: