27.7.11

Georgia Pines

Sinto o peso em meus ombros,
meus joelhos me falham constantemente.
Eu já fui jovem como vocês...
hoje eu mal controlo minha mente.
Tenho medo do futuro,
tenho medo de tudo...
não sou mais bravo e destemido,
vejo mais perigos do que via antigamente.
Não estou doente, mas me sinto enfraquecido...
Tomo comprimidos pra que eu me sinta vivo,
nessa antecamara da morte.

Não sei se é sorte,
mas eu não padecerei...
Essa foi a sina que herdei,
ao me deparar com alguém num corredor
de chão verde com verdes portas,
onde pessoas eram mortas,
para ali se liberarem...
Não importa onde eu olhe,
eu só ouço elas gritarem:

"Je vous salue, Marie, oui, pleine de grâce; Le Seigneur est avec vous...
Ainsi soit-il..."

Nenhum comentário: