29.6.11

Separação de Bens

Eu juro que não é alcoolismo que me faz estar aqui,
bebendo do seu melhor whiskey enquanto arrumo as minhas malas as 18horas de uma terça a noite,
eu sei eu sei, não deveria estar por aqui,
nem tampouco deveria ter arrombado a porta,
mas você praticamente exigiu isso quando trocou a maldita fechadura.
Essa é a hora que você sai do trabalho e vai pra faculdade,
pelo menos é o que você costumava dizer... Mas não importa mais,
estou aqui apenas para resgatar algumas lembranças:
algumas fotos, o cd do Radiohead que você me deu no nosso primeiro aniversário de namoro, uma carta que você escreveu jurando amor eterno....
Ahaha que piada, hein? Enganamos milhares de pessoas dizendo "sim" no dia do casamento,
e o melhor, enganamos a nós mesmos,
mas como eu disse, nem importa mais porque já estou de saida,
como parte da separação de bens deixo-lhe todo o meu pesar e minha dor,
fora a confusão de não saber onde tudo deu errado...

Ah, deixo também uma garrafa de JD quebrada no chão do banheiro, algumas fotos rasgadas e um urso de pelúcia despedaçado em cima da sua cama.

Nenhum comentário: