12.6.11

4. Ao avesso

Funciona assim:
nos meus sonhos traço milhares de diálogos,
rapaz x garota,
com direito a réplica, tréplica e todo o resto...
A garota nunca encontra uma resposta e tudo acaba bem,
porém é só um sonho...
A realidade é que a conversa nunca se desenvolve tanto assim,
nunca chega a esse ponto do embate direto,
e o que no sonho sempre tem um motivo plausível que rapaz facilmente desarma, deixando a garota sem o que falar,
na vida real se torna mero exercício e o 'porque sim' que tanto nos foi martelado na infância que era errôneo se torna resposta novamente,
a qual temos que nos contentar em receber.
E por mais que eu espere o melhor todos os dias,
que esse sonho recorrente seja tão plausível que eu quase posso alcançar,
chega um novo dia e eu volto a acreditar,
tento novamente e espero que um dia isso mude...
(E nunca vai mudar... A quem eu quero enganar?)
Porque no fundo de todos os sonhos uma música costuma tocar
um rapaz grita como se estivesse prestes a morrer:
"Será que ele ficou com a garota?"

E é nesse exato momento que eu acordo sem ar...

Nenhum comentário: