17.4.11

Portas entre abertas

Agora chega,
peço que se retire!
Não aguento mais você por aqui!
Vá e leve embora tudo que te pertence...
Os nossos retratos eu me encarrego de queimar depois,
as cartas que você me escreveu também.
Leva a escova de dente ou ela vai para o lixo também...
Os CDs com a nossa música estão separados...
Agora vá de vez, por favor!
Seu cheiro já me enoja...
Teu sorriso me revolta.
Então vá.
Eu tento não olhar...
Mas deixo a porta entre aberta para o caso de você querer voltar!

Nenhum comentário: