7.4.11

"Hey, cara, você entendeu tudo errado"

Não há sacrifício necessário,
não há derramamento de sangue,
não há justiça a ser cobrada aqui embaixo
e nem forma de redenção tão fácil.

Não há mal que seja irreversível,
não há bem que não se possa fazer,
não há desgraça para se fazer valer
ao menos nada que encha de sangue suas mãos.

Você diz ter lido sobre isso,
ou diz ter ouvido ou que alguém tenha falado,
é tarde agora, mas eu ouso dizer:
"hey cara, você entendeu tudo errado!"