4.6.08

Não significa nada

De tempos em tempos começo a falar sobre o tempo por aqui,
aquelas particularidades que geralmente surgem como um assunto de ponto de ônibus com alguém não tão familiar, estilo
Já estamos em junho, né??? 'Xa vida...
geralmente no auge da minha arrogância e falta de colaboração balbucio no máximo um Pois é e tento deixar o assunto morrer...
Mas pô, já estamos em junho,
já se ouve falar de produtos que levam o complemento 2009
e eu cheguei a mais um ponto,
ponto esse que eu me permito pensar uma vez por semestre,
as famosas realizações de ano novo,
que eu não fiz nenhuma,
emagreci um pouco, é verdade,
mas continuo com as coisas que eu desaprovava antes,
e nada acrescentou...
Ou melhor, acrescentou de forma inesperada,
como todos os anos,
e talvez seja por isso que eu evite falar com freqüência desse assunto,
afinal de contas, não significa nada,
não acrescenta nada a ninguém,
e se eu tinha um norte para ir, acabei de me perder,
e de uma coisa eu posso ter certeza:
Pelos dias que chegarão até o próximo semestre, muitas vezes eu vou me perguntar o que estou fazendo aqui.

Nenhum comentário: