3.5.08

E referente ao resto do dia de hoje, o que eu posso dizer é:

Sem mais crises,
tudo muito compensador:
desde o cinema por conta própria ao strogonoff com os amigos,
e é nesses momentos que você lembra que nada é um ponto final,
e que ainda te resta vida para respirar,
pequenos momentos, pequenas esperanças,
pequenas tentativas que levam a grandes tombos,
ou não,
vivências, talvez, ou sei lá...
E dane-se,
e que essas pequenas realizações te façam respirar além de cada ponto.

Um comentário:

Carla Arend disse...

depois de cada ponto, pelo menos um espaço há. isso que é o bom. notou o espaço? espaço pra saltar.


=)