19.5.08

como nenhuma idéia boa o bastante surgiu, deixa para lá...

apenas um nome surgiu, mas como eu tenho o péssimo hábito de fazer 19 coisas antes de anotar algumas coisas, isso passou em branco...

e agora eu estou aqui, apenas achando graça de como as pessoas caem nos velhos contos repetidas vezes... Não é burrice, é que elas querem ser vulneráveis àquilo tudo, sabe? Coitada dela??? Nem fodendo... Você faz tudo com consciência, sabe que está errando mas e daí, se o erro é bom, mesmo que por uma noite, por um segundo...

Se você gostasse de mim, você me deixaria ir?

E espera-se que você no papel de bom amigo diga amém para a pessoa, pelos seus atos sempre infundados e idiotas,
acho que não sou um bom amigo, afinal,
prefiro a indiferença a ter que fingir felicidade para com o fracasso iminente,
mas por favor,
Deus queira que eu esteja erradissimo.

Um comentário:

Carla Arend disse...

ave cruz virgem crispim!