24.3.08

...As líbelulas estão voando pelo sol, você sabe o que eu quero dizer, não sabe?

Diante da loucura que marcou meu dia,
depois de três dias quase insanos de doença intercalada de saúde momentânea intercalada de remédios intercalado de cerveja para ajudar a descer...
A loucura de voltar aos dias de vitória e de rotina,
pegar o ritmo, sabe como que é?
Nem perdi tanto tempo assim, embora pareça tanto que acho que atrofiou um pouco...
Trabalhando com uma insanidade que intercalava a felicidade que intercalava momentos de psicopatia que intercalava momentos de "quero sair daqui"...
Eu estava num bom momento,
cercado de amigos,
cantando um cover de alguém que não sei quem é, na versão do muse:
"It's a new dawn, it's a new day, it's a new li-i-i-ife, for meeee..."
E num mundo bastante estranho,
a falta de momento para pensar me fez sentir-me feliz,
uma felicidade estranha,
intercalada de todo o resto já citado...
com resquícios de todo o final de semana de ócio e doença que se passaram
"...and i'm feeling good"

Um comentário:

Carla Arend disse...

e te lendo assim
tenho uma vontade tanta
de te convidar pra um café

sabe?

queria entender o fim das frases, um dia.