22.3.08

As geleiras derretem no morrer da noite

Paz de espírito as vezes é bom,
ficar a toa tem lá suas vantagens,
mas percebam que você nunca sente prazer nisso quando é obrigado a fazê-lo,
essa doença que me assola, por exemplo,
fez com que eu antecipasse o meu retorno pra casa ontem a tarde,
perdesse o ZZ Top cover,
tivesse uma péssima noite de sono (sonhando com edição de foto de Hornet, enigmas do Nine Inch Nails e uma morena de olhos claros que estou tentando lembrar até agora),
mas nem há de se reclamar,
viver é preciso e daqui a pouco estou fora de casa,
por quanto tempo eu nem sei,
espero do fundo do meu âmago não ter que voltar antes para casa.

Aguarde cenas do próximo capítulo.

Um comentário:

Carla Arend disse...

mas que diabo de doença é essa? hemorróidas?!