10.2.08

...a voz em minha cabeça... parte dois

As vezes eu superestimo as pessoas,
teço comentários um tanto ácidos e acho que a pessoa leu e ficou puta com isso,
ledo engano,
afinal de contas, tudo que eu conto é com um leitor ocasional,
de vez em nunca alguém aparece e lê algo que eu escrevo por aqui,
por sorte ou nem tanto, nunca é o alvo do petardo...
As vezes acho que, mesmo que fosse o alvo,
nem perceberia do que se trata...
" Ah que texto bonito" - a pessoa pensaria,
ou ainda " Nossa, é a minha cara isso daí".
Se eu pudesse, eu viraria e diria:
" Claro que é a tua cara, sua idiota, é você quem está sendo retratada"
ajudaria?
Talvez não, viu...
Em todo caso, me deixe em paz que eu cansei de ti...
Posso ser mais claro?

3 comentários:

Andressa Almeida disse...

Eu não sou uma leitora ocasional, e sim assídua! Fiquei bem irritada com essa, hein!

E mais: Eu acredito que sei sobre quem se trata e o porquê de tudo o que você disse. Acho que me contou a respeito.

Mas hahahaha... É ótimo saber que não é de mim =)

E outra: Não fique triste ou incomodado. O pior cego é aquele que não quer ver, mas alguns (ou algumas) sabem como tirar proveito disso, dessa ignorância ou falta de consciência, como você prefira chamar.

Assim tudo que vier contra pode ser a favor, entende?

Não? Enfim, te explico no msn (aliás, saudades =)

Beijão! E se cuida!

sheimy16 disse...

Eu, entendi!

Gustavo Clark disse...
Este comentário foi removido pelo autor.