29.2.08

29 de Fevereiro

Em meio a chumbos trocados e palavras proferidas,
um mal entendido selou o silêncio do que parecia ser eterno ou, menos dramático, duradouro...
Exatamente num dia como hoje,
nem sei quantos anos ela está completando,
quantos dias 29 de fevereiro ela já teve em sua vida,
esse seria o primeiro que eu conviveria com ela.
Deve fazer uns dez meses que nada mais é dito,
nem assuntos que outrora teria significado pra retomarmos o convívio agora ajudaram.
Sobre a música que me fez retomar a sua lembrança,
música que, ironicamente, se chama NO(n)STÁLGICA.
Ela não lerá isso...
Afinal, a falta de palavras expressada nas linhas acima foi algo comum,
como o próximo caminho a ser tomado.
Nada inesperado,
algo que já esperavamos,
em outras palavras, o destino.
O que é uma pena...

Nenhum comentário: