4.12.07

transições

Pronto para dormir, mas nem tanto,
a sensação de que esse dia ainda tem uma fagulha pra queimar persiste...
Mas nem tem, portanto essas são as últimas palavras escritas nesse dia,
a sensação dessa última fagulha acompanha a sensação de final de era,
o final do ano tem lá sua parcela de culpa,
mas deixe o coitado...
Só mais uma transição,
e eu que mais do que nunca me sinto estagnado e preso ao chão,
acho que estou caminhando pra algum lugar,
e é uma contradição
(nem tive a intenção de rimar).

Agora eu vou,
boa noite, aonde quer que você esteja,
sonhe comigo,
e que os fantasmas te deixem em paz,
pelo menos nessa noite quente.

Nenhum comentário: