4.11.07

ranço parte dois

Ao encontrar os amigos no dia de hoje, foi comentado sobre o último dia do ano... Aquele dia citado como o dia de fazer promessas, ou o dia do mentiroso, já que metade dessas promessas nem são cumpridas.

Mas nada aconteceu e eu que botava fé em outubro me vejo em novembro fazendo as tais promessas, me cansando de dar a cara a tapa e assim sendo, prometendo tudo de diferente para o ano vindouro.

É só uma grande besteira achar que isso tem validade, mas se não fizer isso, o que farei? Poderia dormir, mas é capaz de eu sonhar com um possível mundo novo com as tais mudanças que eu prometi fazer para o ano que vem, ou seja, voltaria à estaca zero.

O ranço ainda persiste e talvez até o mês que vem eu descubra uma forma de não cair perante a esse mal, por enquanto o que eu posso prometer é que até o ano que vem eu não reclamarei mais por aqui.

Nenhum comentário: