30.9.07

ranço

Doce outubro,
longe ou perto do novo ano, não importa,
o cansaço de 2007, o que está com gosto de ranço está prestes a acabar,
porém 2008 chega e mal se percebe que o gosto de ranço é o mesmo,
mas ele recebe o final /08 e assim tudo bem,
pois, com 2008, segue uma leva de promessas...
Emagrecer, amor eterno, se preocupar de menos, de mais, mudar de emprego
e na maioria das vezes continua tudo igual,
o ranço é o mesmo...
Dia 31 estarei fazendo promessas e comemorando a chegada de 2008,
o melhor de tudo é que nem me importarei com o cheiro de ranço,
nem o sentirei, pra ser sincero,
já que eu, como todos os outros, comemorarei e farei promessas para o novo ano:
"vou largar meu emprego, parar de beber,
arranjar uma namorada, novos amigos, esquecer minha mania de perseguição eterna,
sorrir mais, não sorrir de tudo e experimentar LSD"
Quem sabe o que o futuro nos reserva, como já dizia um Beatle...
Quem sabe se no próximo outubro eu não estarei aqui falando sobre os certos e os errados...
sobre as promessas para 2009
e, tomara, de verdade, que o cheiro de ranço desapareceu.

Nenhum comentário: