19.5.07

de volta às tardes de outono

Dia extremamente feio, com cara de chuva e frio e sem muitos anúncios de melhoria... Mas isso não é previsão do tempo, então passemos pra frente porque daqui a pouco vou a um churrasco.

Hoje realmente deu um bode existencial daquela coisa meio adolescente "ninguém-me-ama-ninguém-me-quer" mas deixa-se pra lá e releva, pra gente viver o resto da vida normalmente.

Nem sei porque estou fazendo isso agora, talvez porque eu ainda acredite no propósito desse blog que eu nem lembro para que serviria... É uma vergonha, realmente, mas tudo bem, a gente vai relevar isso por hora também.

Esse bode e essa vontade de escrever deve ser por causa de Jeff Buckley, cara que sempre me faz querer pensar e viver de poesias musicadas, ao cair de amores por alguém de minuto em minuto. "Eu não quero chorar por você. Eu não quero te amar" ele dizia, e ele estava certo para diversas pessoas... Querer a gente não quer, mas a gente cai fácil demais...

E cair pela quinta vez e que é o pior. A pergunta que não quer se calar: "Porque após cinco vezes você ainda se acha no direito de tentar e de conseguir?"

Obrigado pelas questões sem resposta caro senhor Jeff Buckley...

Mojo Pin - Jeff Buckley

Nenhum comentário: